Atividades infantis na escola de Itaipuaçu - Foto: Divulgação

Um projeto teste da Secretaria de Segurança, Ordem Pública e Trânsito, o “Brincando Mais Perto de Você”, ofereceu muita diversão na manhã deste sábado (19/05) para mais de 200 alunos da Escola Municipal Carlos Manoel Costa Lima, unidade que atende em sua maioria moradores do Minha Casa Minha Vida de Itaipuaçu.

O objetivo da secretaria é mostrar que segurança pública não tem apenas o caráter repressor. “Queremos nos aproximar das crianças, que são os futuros cidadãos, para mostrar que segurança não se faz somente com armas, mas sim com cidadania, educação, ordenamento e conscientização”, explicou o secretário municipal de Segurança Pública, Celso Netto. Para ele, é importante que as famílias possam frequentar espaço de convivência de forma ampla e restrita. “A cidade é para as pessoas. E esse governo prioriza o ser humano sempre em primeiro lugar, por isso apresentamos esse projeto de recreação como forma de mostrar que aqui exercemos uma segurança cidadã, que atende o interesse da coletividade oferecendo cidadania, respeito e cuidado”, ressaltou.

Monitoradas pelos agentes da “Operação Verão”, foram realizadas diversas brincadeiras infantis, como cabo de guerra, pula-pula, queimado, oficinas de pipas, pintura na pele, circuito infantil, ping pong e futebol, além da distribuição de pipoca, algodão doce e pirulitos e medalhas. Ao todo, 16 profissionais, dentre guardas municipais e orientadores de trânsito, participaram da ação.

A chefe de gabinete da secretaria, Anuciana dos Santos Azevedo, acrescentou que o objetivo é visitar outras escolas para a realização do projeto e em julho oferecer uma colônia de férias para as crianças. “Nossa missão é incansável. Queremos estar junto da comunidade para construir uma cidade mais participativa e justa”, adiantou.

A diretora geral da unidade, Lenice Vianna, ficou muito satisfeita com o projeto. “É muito legal oferecer aos nossos alunos atividades que resgatem a cidadania e que valorizem o fato de serem crianças. Hoje em dia estão todos plugados nos tabletes e celulares e estão esquecendo de brincar. Aqui é lugar de criança ser criança”, declarou a diretora.

Para a aluna do 4º ano, Amanda das Chagas, de 10 anos, foi muito legal poder participar do projeto. “Não teria o que fazer em casa e aqui hoje me diverti muito com meus amigos. Fui no pula-pula, participei da oficina de pipa e adorei meu dia”. Já seu irmão, Pedro Chagas, de 9 anos, estava muito eufórico com as atividades. “Gostei de tudo, mas o que mais gostei foi competir no ping pong e ganhar uma medalha”, destacou.

A aluna do 5º ano, Andreia de Oliveira, de 14 anos, também adorou poder aproveitar mais um dia com seus amigos da escola. “Foi um sábado diferente e muito legal. Queria que todos fossem assim”, falou.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here