Joelma Mota a partir do curso de Panificação da prefeitura montou o próprio negócio no Caxito - Foto: Fernando Silva

O curso de panificação oferecido pela prefeitura de Maricá através da contratação do Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) transformou a vida de Joelma Mota da Silva Ferreira, de 48 anos. Em apenas um mês após a conclusão do curso, a ex-aluna realizou o sonho de montar o seu próprio negócio e abriu a padaria Art Du Pão. Localizada na Rua Alfredo de Andrade, 400, loja 01 (antiga estrada do Caxito), o estabelecimento tem uma variedade de pães e produtos caseiros. A primeira-dama Rosana Horta e a subsecretária de Trabalho, Arilda Rocha foram conhecer o novo empreendimento.

Natural de Manaus, Joelma Mota era proprietária de uma empresa de telecomunicações que administrava com seu marido. Ao se mudar para Maricá com a família em 2007, a empreendedora conseguiu transferir a companhia para a cidade. No entanto, com a crise que se instalou no país no ano de 2015, ela teve que fechar as portas do empreendimento.

Enfrentando os desafios que a vida lhe impunha, Joelma atuou em diversas atividades, até que uma amiga a incentivou a entrar no curso de panificação. Mesmo contrariada, pois tinha interesse em fazer um curso de pizzaria, ela se matriculou e não se arrependeu.

“Na minha rede social por várias vezes agradeci a prefeitura por ter essa iniciativa. Acho muito importante os governantes darem a chance para que possamos nos profissionalizar. Se os moradores forem capacitados aqui, eles vão trabalhar, produzir e a nossa cidade vai crescer muito mais do que está crescendo”, afirmou a proprietária.

Com uma visão empreendedora, Joelma enxergou a necessidade de ter uma padaria na região, uma vez que a população local precisa caminhar cerca de 2 km até chegar à padaria mais próxima.

Ao tomar o café da manhã, Rosana Horta ficou feliz em saber que a prefeitura pôde ajudar a reconstruir a vida de um cidadão. “Viver o que ela estar vivendo é uma benção para ela e para o lugar. Acho que não só ela, mas todas as pessoas que estão tendo a oportunidade de fazer esses cursos têm que agarrar isso com muita força e com muita fé. Ver isso aqui acontecer, ver a realização dela me deixa muito feliz”, disse.

Além de atender o público e fazer os pãezinhos, Joelma conta com a ajuda da amiga que se formou na mesma turma e que hoje é seu braço-direito. “É muito importante porque está muito complicado para conseguir emprego. Ter uma prefeitura que fornece cursos gratuitos para a população é um meio de ajudar o município a crescer, além de ter um conhecimento para trabalhar em casa gerando renda própria como autônoma”, ressaltou a jovem Ludmila Conceição, de 25 anos.

De acordo com o secretário da pasta, Reginaldo Mendes Leite, o objetivo dos seis cursos que estão em andamento e dos quatro que começarão já em agosto é preparar a população para as futuras oportunidades de trabalho que vão surgindo conforme o desenvolvimento da cidade. “Vamos ter curso de eletricista, mecânico, encanador, drywall (painéis com estrutura metálica e revestimento em gesso acartonado). Nós sabemos que o recurso dos royalties é finito. Então, temos que treinar as próximas gerações. Não adianta ter grandes empresas e indústrias vindo para cá e não ter mão de obra”, avaliou.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here