Cria de Maricá, o atual volante do time do Botafogo, Gustavo Machado, conhecido como Bochecha, recebeu das mãos do prefeito Fabiano Horta e do vice-presidente da Câmara dos Vereadores, Frank Costa, o título de Cidadão Maricaense. O encontro aconteceu nesta quarta-feira (11/07) no gabinete do prefeito e reuniu familiares e o ex-treinador do jogador, que iniciou sua carreira nos campos da cidade. Como retribuição, o atleta deu de presente ao prefeito uma camisa autografada do seu clube do coração.

Para Fabiano Horta, ter um atleta da cidade jogando em um clube de destaque da primeira divisão do futebol brasileiro é um incentivo para os jovens que vivem no município e têm o sonho de ser um jogador profissional. “O Gustavo é um menino de Manoel Ribeiro que está emergindo no futebol em um grande clube e que vira exemplo. Nós precisamos cultivar os bons exemplos com a meninada, e essa homenagem que foi feita pela Câmara Municipal dando um título de cidadão é um estímulo para que a garotada olhe para o esporte na perspectiva da transformação que ele pode ter na vida dos jovens. Nós queremos que Maricá semeie novos e novos craques para a cidade”, afirmou o prefeito.

Descoberto com 8 anos de idade jogando nos campos de várzea do bairro Manoel Ribeiro, o menino foi convidado pelo Henrique Santos, atual técnico e coordenador da escolinha de futsal do Esporte Clube Maricá a fazer parte do elenco. De lá, rapidamente o menino foi para o Fluminense, clube pelo qual esteve por cinco anos. Após jogar pelo time de Laranjeiras, o jovem de 22 anos teve uma passagem pelos clubes São Cristóvão e Duque de Caxias até chegar ao Botafogo, time que defende há 4 anos, desde sua chegada à categoria de base.

“Fiquei lisonjeado em receber essa homenagem. Eu sinceramente não esperava, mas fico muito feliz pelo reconhecimento e espero levar o nome de Maricá para muito longe”, disse Gustavo. “É uma responsabilidade muito grande atuar no time em que o prefeito torce. Espero poder dar muita alegria para ele”, brincou o jogador.

Responsável pelo início de sua carreira, o agora ex-treinador do atleta, Henrique Santos acompanhou de perto a homenagem e falou da felicidade de ter contribuído para o seu crescimento profissional. “É uma satisfação muito grande ver que teve um resultado positivo do nosso trabalho desenvolvido aqui no município. O Gustavo hoje passa a ser referência para as crianças da escolinha e é o grande ídolo da meninada”, ressaltou o professor de educação física.

Mãe do jovem, a professora Cenira Costa Machado, de 49 anos, falou da emoção de ter participado da construção do sonho de seu filho. “Eu que levava e buscava para os treinos. Foi um sacrifício muito grande, mas Graças a Deus estamos colhendo os frutos e ele está conseguindo realizar o sonho que era de ser jogador de futebol. A emoção é muito grande”, contou revelando que jogar futebol é uma tradição da família. “A avó dele era jogadora, a tia, a mãe e a irmã. Eu joguei até os meus 25 anos no campo do Bananal com as meninas do bairro onde morava”, completou a mãe do atleta.

A partir do exemplo do Gustavo, o vice-presidente da Câmara dos Vereadores deu uma declaração de incentivo aos outros jovens que estão batalhando para realizar seus sonhos, sejam eles quais forem. “Isso serve de inspiração para a garotada nova que está também tentando no futebol ver que um sonho se torna realidade. Ele conseguiu e tenho certeza que muitos jovens talentosos daqui de Maricá também conseguirão”, declarou o vereador que foi o intermediador do encontro. Ao final da visita do jogador, o prefeito ficou contente em saber que o volante renovou ontem o contrato por mais três anos com o Botafogo.

 

 

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here