Quinze alunos com melhor desempenho da rede municipal irão estudar inglês em curso gratuito - Foto: Elsson Campos

Quinze alunos de escolas municipais receberam bolsa integral, incluindo mensalidade, matrícula e material didático, para cursar inglês durante três anos na escola de idioma particular CNA do Centro. O critério para seleção levou em conta o desempenho acadêmico e a condição social e financeira do aluno. Foram escolhidos os três melhores estudantes de cinco escolas municipais: E.M. Antônio Lopes da Fontoura, E.M. Carlos Magno Legentil de Mattos, E.M. Joaquim Eugênio dos Santos, E.M. Marcus Vinicius Caetano Santana e E.M. Maurício Antunes de Carvalho, pela proximidade com a localização do curso, no Centro da cidade.

“Eles estão recebendo a oportunidade de construir um futuro promissor, agregando ainda mais conhecimento ao currículo deles. É importante incentivá-los a crescer e conceder a eles oportunidades para voar”, declarou a secretária de Educação, Adriana Luisa da Costa. A iniciativa partiu do diretor do curso, Jorge Luis Braga, que procurou a secretaria para viabilizar o projeto. “Fomos com a intenção de oferecer cinco bolsas, mas, ao conversar com a secretária de Educação, ela me convenceu a criar uma turma para 15 alunos com gratuidade total durante três anos do curso, que será o mesmo aplicado aos demais alunos da empresa”, explicou.

Para o diretor, a empresa almeja oferecer oportunidades que possam contribuir para ampliar o conhecimento e aumentar as condições de competir num mercado de trabalho cada vez mais desafiador. “A língua inglesa é universal e imprescindível para os que desejam competir de forma igual pelas melhores vagas de emprego”, ressaltou o diretor, acrescentado que o CNA existe há mais de 45 anos (tendo a unidade de Maricá, 16 anos), com mais de 600 escolas e 500 mil alunos matriculados.

Utilizando o método CNA de ensino, com direito a livros dinâmicos e material disponível no Portal do Aluno, as aulas serão realizadas a partir de fevereiro, em dois dias da semana, com duração de 1h15 (das 9h às 10h15). A equipe do CNA explicou aos alunos e pais sobre a metodologia de ensino que exige 75% de frequência, dedicação e disciplina. Para uma das alunas selecionadas, Hellen Cristina Souto Araújo, de 11 anos, do 5º ano da E. M. Maurício Antunes de Carvalho, é um sonho conquistado. “Sempre quis fazer um curso para poder aprender falar inglês, ouvir música, ver filmes, mas minha mãe não tinha condições para pagar. Estou muito contente por ter essa chance de ganhar mais conhecimento e ter melhor oportunidade de trabalho”, destacou a aluna, que sonha ser crítica de gastronomia.

A mãe da aluna Adriana Souto, de 44 anos, confessou que ficou extasiada com a novidade. “Ela é muito esforçada, exigente e merecedora de toda essa conquista. Por isso, tenho a certeza de que irá se empenhar ao máximo para aprender e chegar ao topo mais alto que puder”, elogiou a mãe. A diretora da escola, Soraya Araújo, explicou que conversou com as professoras da escola para selecionar os alunos que mais precisassem das vagas priorizando os de famílias de baixa renda, com excelente rendimento escolar e que fossem comprometidos com o estudo. “O futuro deles é um caderno em branco e as páginas serão preenchidas por eles, mas para isso precisam ter acesso a um conteúdo amplo e rico de informações. Espero que esse gesto contagie outras instituições que incentivem ainda mais nossos alunos”, salientou a diretora da unidade que possui 320 alunos da Educação Infantil ao 5º ano.

Com sonho de falar inglês fluentemente, Isaias Heitor da Silva, de 12 anos, aluno da E. M. Marcus Vinicius Caetano Santana, disse que não acreditou ao ser selecionado. “Queria tanto que até duvidei da notícia. Com esse curso, poderei conversar com os estrangeiros, assistir filmes sem legenda. Vou me empenhar ao máximo para aprender e ser o melhor aluno da turma”, ressaltou o aluno, que estava presente com a mãe Marcela da Silva, de 32 anos. “Não teria condições financeiras de arcar com um curso desse nível, mesmo reconhecendo a importância do inglês para o currículo e para a vida deles. É uma grande oportunidade que ele não vai desperdiçar”, concluiu.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here