Fiscalização da Marinha com Defesa Civil na lagoa do Boqueirão - Foto: Clarildo Menezes

O Grupo de Inspeção Naval da Marinha do Brasil realizou neste domingo (10/02) uma operação para verificar possíveis irregularidades nas embarcações que transitam pelas lagoas de Maricá. Com o apoio da Defesa Civil Municipal, a equipe abordou barcos e jet-skis e os trouxe até o píer da lagoa do Boqueirão, entre o Centro e a Barra de Maricá, onde foram verificadas a documentação e as condições geral dos veículos.

Também foi realizado o teste do bafômetro em alguns condutores. Nenhum deles, porém, apresentou qualquer problema e foram todos liberados. A operação recebeu o nome de ‘Mar Sem Álcool’.

A ação foi aprovada pelos condutores que tiveram a documentação fiscalizada, como o empresário Alessandro Torres, de 47 anos. “Acho interessante para a segurança dos banhistas e de quem circula pelas lagoas”, afirmou ele, que mora no Condado e estava num jet-ski com a filha.

Com dez anos de experiência no transporte turístico no Boqueirão, Marco Aurélio de Castro ressaltou que as operações dão mais credibilidade à sua atividade. “É uma coisa que mostra organização, fica bonito para os banhistas”, avaliou. Quem frequenta a lagoa para o lazer também elogiou a operação. “Acho uma coisa super válida porque dá mais segurança para nós e para quem trabalha. Quanto mais operações melhor”, sugeriu o policial militar Washington Luiz, que tem 29 anos e mora em Itaboraí.

A boa notícia para ele e outros banhistas é que haverá mais operações nas lagoas da cidade. Quem garante é o capitão de Mar e Guerra André Luiz de Andrade Félix, comandante da Capitania dos Portos do Rio de Janeiro. Segundo ele, estão previstas novas ações no sistema lagunar, que podem acontecer também durante o Carnaval. “Nossas ações tem um caráter, acima de tudo, educativo. É importante a educação de quem pilota essas embarcações. O condutor deve ter também plena responsabilidade sobre as águas, é isso que queremos orientar”, disse o oficial da Marinha do Brasil.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here