Apresentação de priojetos da Educação para 2019 - Foto: Elsson Campos

Aconteceu nesta segunda-feira (08/04), na Casa Digital, no Centro, a reunião de planejamento com as secretarias envolvidas nos quatro grandes eventos promovidos pela secretaria de Educação para este ano. Com a presença da Coordenadora na Unidade de Apoio à Gestão Integrada (UAGI), Sheila da Costa, os representantes das secretarias tiveram conhecimento de todo o panorama planejado para 2019.

A Festa Literária de Marica (FLIM), os Jogos Escolares Estudantis e os novos eventos Mutirão da Saúde e Festival de Artes (Festart) fazem parte do calendário. “Aqui queremos implantar a lógica da colaboração tendo um objetivo em comum, onde cada um pode contribuir, criando um sentimento de pertencimento”, disse Sheila.

A estimativa da Festart, o novo grande evento, é de um público de 35 mil pessoas, incluindo todo o período de realização, que inicia em maio e vai até outubro. Participam também as secretarias de Turismo; Participação Popular, Direitos Humanos e Mulher; Agricultura, Pecuária e Pesca; Cultura; Assistência Social; Cidade Sustentável; Saúde; Segurança, Ordem Pública e Trânsito; Transportes, além da Empresa Pública de Transportes (EPT), Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) e autarquia de Serviços de Obras de Maricá (Somar).

Um dos projetos contínuos é o ‘Mutirão da Saúde’, que engloba o Cárie Zero, que atende todas as escolas da rede municipal de educação. Outro é o projeto de Drogas Zero, que atende os alunos do primeiro ao nono ano do Ensino Fundamental, incluindo os da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

”O Mutirão da Saúde acontece durante todo o ano com assuntos relacionados à saúde da população, como as ações do Setembro Amarelo (prevenção ao suicídio), Outubro Rosa (câncer de mama), Novembro Azul (câncer de próstata) e Dezembro Laranja (câncer de pele), com palestras, rodas de conversas com especialistas e psicólogos que vão até as escolas. Combinando com as ações nas escolas, os postos de saúde abrem suas portas para receber as famílias destes alunos que também tenham interesse sobre algum assunto do projeto”, explicou Sônia Freire, da coordenadoria de programas e projetos intersetoriais da Educação.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here