Círculo de Diálogos Paulo Freire com professores - Foto: Katito Carvalho

Através de uma dinâmica que envolve estudos, diálogos e produções culturais acerca de temas demandados do momento histórico e da rede de Educação de Maricá foi realizado na noite desta segunda-feira (15/04), na Escola Municipal Darcy Ribeiro, em Inoã, o 1º Circulo de Diálogos Paulo Freire.

Sob o tema “Formação de professores das infâncias e de jovens e adultos na educação das classes populares”, a ação, iniciativa da Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Educação, contou com as palestrantes convidadas Maria Tereza Goudard Tavares e Cintia Laranjeiras, ambas professoras da Faculdade de Formação de Professores da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ).

“É sempre muito relevante discutir questões ligadas a escola pública popular, ao pensamento freireano, mas especialmente a produção de uma escola mais democrática e principalmente acolhedora, ou seja, que vá além da busca pelo conhecimento e que ensine aos seus alunos a pronunciar o seu nome com autonomia, liberdade, democracia e com a expectativa de felicidade, pois esse também é o papel da escola. E, um evento como esse, para mim especialmente, que sou professora há 40 anos, é uma grande alegria”, afirmou a palestrante Maria Tereza.

Coordenado pelo Núcleo de Formação dos Profissionais da Educação, além de grupos da sociedade civil, segundo Bernadete Bento, a proposta do Circulo de Diálogos Paulo Freire é que os encontros aconteçam uma vez por mês. “Esse evento foi pensado para que possamos ter regularmente um circulo de dialogo com os professores da rede municipal e escolhemos Paulo Freire justamente por ele ser o patrono da educação no Brasil”, explicou Bernadete. “A cada mês traremos uma temática diferente e convidaremos os professores entre outros agentes da educação”, completou.

“Valorizo muito esse tipo de trabalho que tem como objetivo mudar a mentalidade do profissional de educação. E, como mestre de educação, como pedagoga e alguém que acredita na escola, busco estar sempre aberta para receber iniciativas como essa e proporcionar esse tipo de atividade para os meus professores”, afirmou Kátia Cruz, diretora geral da escola Darcy Ribeiro. “Paulo Freire é a essência da educação de jovens e adultos. O legado dele para a educação é imensurável”, avaliou Elizabeth Brito, gerente de Educação de Jovens e Adultos (EJA). “É muito importante termos esses encontros. Eu trabalho com o EJA que para mim é uma política de reparação contra a desigualdade social e estar aqui é uma defesa desses direitos sociais”, analisou o professor de educação física, Ranulfo Cavalari Neto.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here