"Ladrão que rouba ladrão" no Centro - Foto: Katito Carvalho

Depois de realizar diversas apresentações gratuitas com boa receptividade do público, em espaços dos mais variados em Maricá e em outros municípios, o espetáculo teatral “Ladrão Que Rouba Ladrão”, da companhia maricaense Lacraia’s Produções, ganhou prêmios e o reconhecimento internacional. O grupo foi convidado e vai participar do Festival de Teatro y Performance (Festepe), que será realizado entre os dias 10 e 15 de fevereiro de 2020, na cidade de Chancay, norte do Peru. O evento reúne companhias de dezenas de países.

“No fim de julho, participamos do 41º Festival de Teatro da Fetaerj (Federação de Teatro Associativo do Estado do Rio de Janeiro), em Rio Bonito. Lá tivemos a grata surpresa de receber os prêmios de ator e melhor figurino, além de indicações para melhor espetáculo, melhor direção e melhor maquiagem. A partir daí, através do diretor do espetáculo (“Ladrão que rouba ladrão”) veio o convite para participar do festival no Peru”, contou o ator Perceu Silva, que nesta montagem dá vida ao personagem Pedro Calango.

Com direção de Ribamar Ribeiro e texto de Pablito Torres, “Ladrão Que Rouba Ladrão” aborda a temática da corrupção, as formas que o ser humano encontra para levar vantagem em cima do outro. “Fazemos uma grande brincadeira, e ao mesmo tempo uma reflexão: até que ponto vale a pena ludibriar o outro?”, comentou Perceu, ressaltando que o Festepe não tem um caráter competitivo.

“Serão cinco dias em que acontecerão cursos, workshops, oficinas, debates, atividades teatrais, apresentações e etc. Nós vamos estar lá representando a cidade, com uma equipe composta por nove integrantes (diretor, quatro pessoas do elenco, maquiador, duas pessoas da técnica e o autor)”, disse.

E esta não é a primeira vez que o grupo é convidado para uma apresentação internacional. “Já aconteceu outras vezes, uma vez recebemos um convite para participar de um festival na Inglaterra, mas acabamos não indo por questões burocráticas do grupo. Agora recebemos este convite de braços abertos. É muito gratificante e motivo de muito orgulho”, destacou.

A Lacraia’s Produções é uma companhia de teatro fundada no ano de 2001, então com o nome Romeluta, por professores e alunos de uma escola pública de Maricá. Após 10 anos, o grupo ganhou o nome atual e tornou-se independente, montando diversos espetáculos, entre eles: La…tinha (premiado em mais de cinco festivais), Dona Dengosa (premiado em dois festivais), a Cartomante, Alma Cega e Ladrão que Rouba Ladrão.

Com estes espetáculos, e sempre com o apoio da Prefeitura, o grupo se apresentou nas lonas culturais, no Cineteatro Henfil (Centro), no Centro de Artes e Esportes Unificados (Mumbuca), em diversas escolas do município e em espaços ao ar livre como as orlas de Araçatiba e das Amendoeiras. Em todas, a receptividade do público ao texto e à montagem foi sempre positiva.

“Emocionamos e fizemos o público refletir com várias apresentações, em Alma Cega, que é um espetáculo em que se propõe debates após cada apresentação, abordamos a temática violência contra mulher, homofobia e discriminação racial”, lembrou Perceu.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here