Reunião com IBGE sobre Censo de 2020 - Foto: Evelen Gouvêa

Representantes da Prefeitura de Maricá, da Companhia de Desenvolvimento de Maricá (Codemar) e da Polícia Militar se reuniram nesta segunda-feira (14/10), com funcionários do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para uma reunião de planejamento e acompanhamento do censo 2020 no município.

O Censo Demográfico 2020 será realizado de agosto a outubro. O processo vai levar exatamente três meses. Durante este tempo, serão visitados 53.646 domicílios nos quatro distritos.

Coordenador de área do IBGE, Luiz Carlos Lima dos Santos apresentou os mapas que vão auxiliar na coleta de dados, ficou responsável por verificar as divergências identificadas em alguns bairros e falou sobre a necessidade do apoio do órgão municipal para a montagem dos dois postos de coleta que serão instalados na cidade, como cessão de espaço e internet e o apoio para a equipe de recenseadores e supervisores.

“Nós temos uma média de domicílios que os recenseadores vão trabalhar em contato permanente dentro dos limites distritais. O censo como um todo leva em torno de um ano, mas em dezembro já se tem as primeiras informações”, disse o coordenador.

Secretário de Planejamento, Orçamento e Gestão, Leonardo Alves falou sobre a importância do processo, fundamental para a implementação de políticas públicas e a realização de investimentos.

“Com essa atualização dos dados depois de 10 anos de crescimento populacional e demográfico da cidade, nossa ideia é de que a gente consiga ter até o final do ano que vem a realidade do que está acontecendo em Maricá, em cima do crescimento. E que a gente consiga planejar Maricá em cima dos dados reais, que serão os dados coletados pelo governo”, explicou.

Segundo ele, o IBGE também ficará responsável por realizar um concurso público temporário para a contratação de profissionais.

“Serão 155 recenseadores que irão na casa dos moradores, mais 22 profissionais que auxiliarão na coordenação dos projetos, e a ideia é de que as pessoas contratadas sejam obviamente de Maricá, mas não há uma forma de impedir que pessoas de outros municípios participem da seleção”, ressaltou Leonardo.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here