Bruno di Berner - Foto: Evelen Gouvêa

O sertanejo Bruno di Berner comandou na noite desta quinta-feira (28/05) a programação do Art&Música na Sua Casa, evento organizado pela Prefeitura em comemoração aos 206 anos de Maricá.

“Eu fiquei muito feliz com esse convite para a live porque com tudo que está acontecendo, eu acho que essa é uma forma da gente levar um pouco de paz, amor e música para quem está em casa sofrendo com tudo que está acontecendo. Eu sei que é difícil ficar em casa e quebrar nossa rotina de vida. Para mim também está sendo muito difícil. Em primeiro lugar a nossa saúde”, garantiu Bruno.

Este ano, em que comemora 19 anos de carreira, o cantor resolveu acrescentar o “di“ em seu nome artístico. “Eu fui criado pela minha mãe e pela minha avó. Aí minha mãe me contou que sonhou com a minha avó e ela me chamava assim. Resolvi incluir o nome na mesma hora”, contou rindo.

Além de muito sertanejo e Música Popular Brasileira, o show de Bruno di Berner teve uma música especial, a canção autoral recém-lançada “Amor dado não se olha a cama”, seu primeiro trabalho profissional.

Quem deu o pontapé inicial nas lives que aconteceram à tarde foi Edy Baiano, morador de Maricá há 30 anos. Sua apresentação de voz e violão foi marcada por clássicos da MPB. Entre eles “Se” de Djavan, “Meu erro” dos Paralamas do Sucesso, além de “Clube da Esquina 2”, “Êxtase” e “Cheia de Charme” de Guilherme Arantes.

Aos 85 anos, o veterano Manhoso divertiu o público com seu forró recheado de trocadilhos em músicas como “Quando o pau levanta”, “Troféu de cozinheira”, “Vida de pobre”, “A Vizinha Fuxiqueira”, “Gruda na cintura da muleca” e “Numa sala de reboco”.

Seu filho, Edinho Manhoso foi logo mandando todo mundo afastar o sofá e começar a dançar ao som de “Cobaia”, “Galera do interior”, “Palpite”, “Já que me ensinou a beber” e “Tá Rochada”.

A banda Forró Brasil chegou logo depois, disposta a não deixar ninguém parado. Era um sucesso atrás do outro. “Inquilina”, “Quem me dera”, “Escreve aí”, “Morango do Nordeste”, “Fazer bebê”, “Chupadinha”, “Esperando na janela”, “Bebe e vem me procurar”, “Cheia de manias” e muito mais.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here