Foto aérea do Centro de Maricá - Foto: Fernando Silva

Os aspectos socioeconômicos, geográficos, urbanos, históricos e culturais de Maricá fazem parte do livro que o Instituto Darcy Ribeiro (IDR), órgão de informação e pesquisa da Prefeitura irá lançar. A obra reúne quinze artigos que foram selecionados pelo instituto. A iniciativa tem o objetivo de impactar o desenvolvimento de políticas públicas direcionadas à população maricaense.

Dividido em três eixos temáticos (desenvolvimento socioeconômico, planejamento urbano e história e cultura), o edital recebeu 21 artigos para avaliação desde o início das inscrições, em 17 de fevereiro deste ano. A escolha dos artigos ficou a cargo de uma comissão criada pelo IDR, que teve a presença de membros do instituto e das secretarias de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Educação e Urbanismo.

Com um total de 30 pesquisadores reunidos na publicação, em sua maioria professores universitários, a obra criará uma rede de pesquisadores vinculados à instituições públicas e privadas. Inicialmente, o livro contará com uma tiragem de 3 mil exemplares, e a distribuição será direcionada aos professores da rede municipal de ensino e aos órgãos da prefeitura.

Jandira Dias, doutoranda em História Comparada e vice-presidente do Instituto de Arqueologia Brasileira (IAB), foi uma das selecionadas. O artigo “Ancestralidade: o povo de Maricá”, escrito ao lado de seu companheiro Ondemar Dias, está entre os cinco do eixo temático história e cultura.

“É um incentivo para qualquer pesquisador ter um trabalho selecionado por uma instituição pública, e no nosso caso em especial por ser Maricá um lugar em que nos sentimos “de casa” pôr a ele sermos ligados por antigos laços afetivos de ordem pessoal”, disse Jandira.

Fábio Waltenberg, professor associado do departamento de Economia da Universidade Federal Fluminense (UFF) e pesquisador do Centro de Estudos de Desigualdade e Desenvolvimento (CEDE-UFF), também foi escolhido com o artigo “Alcances e limites das ações de combate à pobreza da Prefeitura de Maricá em resposta à crise de Covid-19”. O trabalho integra o eixo temático desenvolvimento socioeconômico.

“É uma iniciativa muito importante que uma editora pública documente na forma de livro estudos e pesquisas de interesse para a população de Maricá. Em nosso artigo, avaliamos as políticas de garantia de emprego e renda em Maricá durante a pandemia. Aprender com os acertos e os erros é muito importante para aperfeiçoar a qualidade das políticas no futuro”, comentou Fábio.

O lançamento do livro vai reunir os autores dos trabalhos e membros da Comissão de Avaliação para um debate acerca de questões referentes ao município de Maricá. A obra está na fase de edição.

De acordo com o gerente de projetos do IDR, Diego Maggi, a avaliação dos trabalhos foi feita a partir de cinco critérios. “Fizemos deste modo para proporcionar o maior grau de objetividade possível no processo de seleção. Os critérios foram qualidade e relevância teórica, originalidade da pesquisa, clareza e organização do raciocínio, rigor metodológico e precisão das informações, e adequação à formatação exigida pelo edital”, explicou.

“Reconhecemos a importância da articulação entre a academia brasileira e o poder público. O livro Estudos Maricaenses reúne importantes pesquisadores e será a primeira publicação da nossa editora, que está a serviço dos interesses da população de Maricá”, comentou o presidente do IDR, Alan Novais.

Confira abaixo os 15 trabalhos selecionados:

Tema: Desenvolvimento socioeconômico

  • “Exemplo de Maricá: características e limitações de experiências de renda básica no Brasil” – autores: Jimmy Medeiros e Yuri Teixeira Pires;
  • “Alcances e limites das ações de combate à pobreza da Prefeitura de Maricá em resposta à crise de Covid-19” – autor Fábio Domingues Waltenberg;
  • “Como construir um arcabouço institucional eficiente para gestão de recursos finitos: recomendações para o desenvolvimento econômico de Maricá” – autores: Fernando Amorim Teixeira; Carmem Feijó e Milford Bateman;
  • “Economia solidária e educação popular: a experiência do Mumbuca Futuro nas escolas municipais de Maricá” – autoras: Rayanne de Medeiros Gonçalves e Thais Cristina Souza de Oliveira;
  • “Dependência ou autonomia fiscal-financeira? Análise das transferências dos royalties do petróleo para o município de Maricá” – autores: Marcelo Gomes Ribeiro, Vitor Vieira Fonseca Boa Nova e Igor Ribeiro Roboredo;

Tema: Planejamento urbano

  • “Cidades sustentáveis frente às mudanças globais: um resgate da expansão urbana de Maricá para pensar o futuro” – autores Kevin Campos Martins, Leonardo Amora Nogueira, Rodrigo Coutinho Abuchacra, Carla Regina Alves Carvalho e Humberto Marotta
  • “Perspectivas para Maricá em 2030: modelo da expansão urbana utilizando autômatos celulares” – autores Elizabeth Maria Feitosa da Rocha de Souza e Vandré Soares Viegas;
  • “Maricá, uma cidade ativa? Resultados e possibilidades dos investimentos na infraestrutura de transportes para melhoria da mobilidade” – autoras Camila de Almeida Teixeira e Fátima Priscila Morela Edra;
  • “Transporte e política pública: os ‘vermelhinhos’ e o direito social ao transporte” – autor Marcelo da Silva Araújo;
  • “Mapeamento de uso e cobertura da terra no município de Maricá – autores Evelyn de Castro Porto Costa e Vinícius da Silva Seabra;

Tema: História e Cultura

  • “Programa Cultura de Direitos: a cultura como instrumento de inclusão social, cidadania e promoção do desenvolvimento no município de Maricá” – autora: Luciana Gonzaga Bittencourt;
  • “O patrimônio como instrumento de salvaguarda do saber-fazer das tapeceiras do Espraiado: identidade e memória” – autoras Tatiana Macedo da Costa e Raquel Alvitos Pereira;
  • “Ancestralidade: o povo de Maricá” – autores Josefa Jandira Neto Ferreira Dias e Ondemar Ferreira Dias Jr;
  • “A trajetória do evento turístico cultural do Espraiado de Portas Abertas em Maricá” – autores Tatiana Macedo da Costa e Sergio Domingos de Oliveira;
  • “A aldeia Tekoa Ka’Aguy Hovy Porã entre prefeitura, multinacional e população local: o processo de territorialização Guarani Mbya na cidade de Maricá” – autora Monique Rodrigues de Carvalho.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here