Integrantes da Secretaria de Proteção e Defesa Civil de Maricá, participaram até esta quinta-feira (24/06) do Seminário de Boas Práticas em Proteção e Defesa Civil. O evento, que ocorreu online devido a pandemia da Covid-19, teve a participação de mil inscritos de todo território brasileiro.

Organizado pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, através do Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (Cemaden),  pela Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério do Desenvolvimento Regional e do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD)  foram discutidas as boas práticas de proteção e defesa civil em âmbito nacional.

A Defesa Civil  do município apresentou sete trabalhos científicos, retratando as boas práticas de monitoramento meteorológico na cidade, a defesa civil mirim maricaense, o mapeamento de áreas de riscos a movimento gravitacional de massa, o mapeamento de áreas suscetíveis a inundações por meio de técnicas de sensor remoto e geoprocessamento, o plano de contingência no município, capacitações para profissionais de defesa civil e o projeto “Construindo a resiliência da cidade de maricá: a contribuição do instituto federal Fluminense junto a defesa civil de maricá”, foram temas discutidos.

“É um seminário de pura importância, nós apresentamos sete trabalhos e a Defesa Civil de Maricá está em busca de ser a melhor do Brasil, buscando prêmios e desenvolvendo um trabalho cada vez mais técnico e profissional, para adquirir excelência na condução de risco e desastre. Hoje, somos referência em vários órgãos e vamos continuar trabalhando firmes para sermos cada vez melhores para nossa população”, garante o titular da pasta Fabrício Bittencourt.

Em um dos projetos apresentados pela Defesa Civil está o de construção de resiliência para cidade, onde alunos dos cursos técnicos integrados da IFF, serão capacitados para atuarem como parceiros da Defesa Civil, principalmente atuando na conscientização dos jovens e crianças.

Segundo coordenador técnico da Defesa Civil, major Wellington Silva, para a cidade foi de extrema importância a participação no seminário.

“Discutimos o desenvolvimento de políticas públicas pensando na construção de uma cidade resiliente, que é uma campanha da Organização das Nações Unidas (ONU) onde a cidade é participante da campanha além de ir ao encontro dos objetivos de desenvolvimento sustentável, disse o major.

Para o pesquisador do Cenaden, Victor Marchezini, os trabalhos apresentados pela Defesa Civil da cidade chamaram a atenção. “Os trabalhos de Maricá estão sensacionais. Ainda vamos trabalhar muito na divulgação deles, inclusive sob a forma de palestras”, afirmou.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here