A Prefeitura de Maricá recebeu nesta semana, dia 22/11, dois representantes da agência de viagens alemã RuppertBrasil, que vieram ao município para conhecer a Rota Charles Darwin, trajeto histórico do cientista inglês que passa por 48km de refúgios naturais entre Itaipuaçu e Jaconé. A agência pretende incluir a rota entre os destinos oferecidos aos turistas, ampliando internacionalmente o conhecimento sobre as belezas de Maricá.

Os integrantes da comitiva percorreram o trajeto de bicicleta, iniciando o circuito nos Caminhos de Darwin, trilha que divide o loteamento Itaocaia Valley (no distrito de Itaipuaçu) e o bairro do Engenho do Mato (em Niterói). De lá, partiram para a histórica Fazenda Itaocaia, seguindo pelo Terminal Rodoviário de Itaipuaçu (conhecendo o ônibus Tarifa Zero e as bicicletas compartilhadas gratuitas), a orla revitalizada e a faixa litorânea da Restinga de Maricá (entre São José do Imbassaí e Barra de Maricá). Os destinos finais da visita foram a Gruta da Sacristia, em Ponta Negra, e a Praia de Jaconé.

Responsável da prefeitura pela recepção aos visitantes alemães, Evandro Sathler reforçou a importância do encontro para levar o potencial turístico da cidade a outros países, além de mostrar a relevância do turismo sobre bicicletas.

“O conceito dessa Rota é passar por toda orla maricaense. Começamos aqui em Itaocaia Valley e vamos em direção à orla de Itaipuaçu, seguindo pela Restinga até a Barra de Maricá, continuando pelo litoral até Jaconé. Maricá tem uma das partes mais bonitas da rota pela qual Charles Darwin passou e estamos saindo na frente por investir no cicloturismo, atraindo potencial turístico nacional e agora internacional”, pontuou.

Os representantes da RuppertBrasil participaram do passeio ciclístico por Maricá e ficaram surpresos com a estrutura da cidade. Um deles foi o diretor administrativo da agência de viagens, Dieter Ruppert, que destacou a amplitude de belezas naturais observadas e a importância de destinos como esse na América do Sul.

“Eu me surpreendi com a cidade de Maricá e tudo que ela tem a oferecer. A Rota de Darwin é incrível, passando por diversas belezas naturais. Fiquei impressionado ao ver os ônibus gratuitos durante o trajeto. Levarei para a Alemanha todas essas experiências e esperamos trazer mais pessoas para conhecer a riqueza natural de Maricá, principalmente após a Conferência de Glasgow, que ajudou a promover o ecoturismo”, afirmou.

Erika Ruppert, também integrante da agência, garantiu que Maricá é um destino diferenciado aos alemães e ajuda a integrar essa população ao meio ambiente.

“Gostei muito de estar em meio à Mata Atlântica. Por conta do clima, a natureza com a qual tive contato em Maricá é oposta à existente na Alemanha e vamos apresentar a cidade aos nossos amigos e clientes. Nessa experiência, pudemos ter contato com paisagens lindas e uma atmosfera que sempre faz você se sentir bem-vindo, o que é ótimo”, acrescentou.

Projeto de lei municipal apoiará o cicloturismo

Em breve, entrará em votação na Câmara Municipal de Maricá o Projeto de Lei nº 181/2021, com o objetivo de instituir o Sistema Municipal de Ciclomobilidade, incluindo a Ciclorrota Charles Darwin. A proposta é de autoria da vereadora Andrea Cunha e abrange também outros destinos históricos e turísticos da cidade.

A Rota Charles Darwin

A Rota Charles Darwin conecta paisagens dos municípios de Maricá e Niterói, em um trecho de aproximadamente 70 km. O percurso refaz parte do caminho feito pelo naturalista britânico Charles Darwin em sua passagem pelo Brasil no século XIX, integrando belezas naturais diversificadas. Por toda a sua extensão, a Rota abrange trechos urbanos e importantes pontos turísticos do Parque Estadual da Serra da Tiririca (PESET), além da vegetação de restinga.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here