A Prefeitura de Maricá iniciou o projeto de Iniciação Científica com os 14 professores orientadores, que receberam as diretrizes do programa na quinta-feira (17/03). Os 49 alunos selecionados terão o primeiro encontro no dia 24/03 para conhecerem a plataforma de estudo e o formato de trabalho. O projeto é voltado para seis áreas de investigação: Saúde, Educação, Mobilidade Urbana, Cultura, Agricultura, Sustentabilidade e Meio Ambiente. A iniciativa é uma parceria do Instituto de Ciência, Tecnologia e Inovação de Maricá (ICTIM) com a Secretaria de Educação.

Na reunião, que ocorreu na Escola Municipal de Administração Pública (Emar), o diretor de Tecnologia do ICTIM, Marcio Campos, deu as boas-vindas aos orientadores: “Parabenizo a todos por terem se destacado com a qualificação necessária para ajudar nesse projeto, que visa debater a cidade pela via da Ciência e da Tecnologia, do ponto de vista dos servidores”, disse o professor.

O virologista Amílcar Tanuri, um dos maiores especialistas do Brasil na área, é membro da Comissão Especial de Avaliação de Bolsas (Ceab). No encontro, ele explicou que o programa ficou desenhado com quatro áreas. Para as de Cultura e de Educação, são dois orientadores em cada, sendo seis alunos na primeira e dez na segunda. Já para Saúde e Sustentabilidade e Meio Ambiente, são cinco orientadores em cada, contendo 19 e 14 alunos, respectivamente.

Alunos serão recebidos no próximo dia 24/03

Os 49 alunos selecionados terão seu primeiro encontro na próxima quinta-feira (24/03), às 14h, no Centro de Referência da Assistência Social (CRAS) do Centro de Artes e Esportes Unificado (CEU), na Mumbuca. Neste dia, os alunos serão orientados sobre a plataforma Moodle –ferramenta utilizada para interação com os alunos e orientação dos trabalhos –, e o formato de interação com seus respectivos orientadores.

Para a seleção dos alunos foi considerado o alinhamento do plano de trabalho junto às áreas de interesse e o histórico escolar do candidato. Presente à reunião dos orientadores, a coordenadora do programa Passaporte Universitário, Rosana Gildo, deu destaque à importância do projeto de bolsas de Iniciação Científica:

“Maricá, a cidade das oportunidades! Novos horizontes despontam na vida acadêmica dos nossos alunos. Participar deste incrível projeto inovador de Iniciação Científica, no qual os nossos alunos do Passaporte Universitário serão lapidados e submergidos ao mundo científico, é extraordinário e grandioso. Na mesma via condutora, eles terão o privilégio de pensar, inovar, criar em situações-problemas vinculadas ao nosso município, oferecendo assim uma contrapartida social de extrema relevância”, disse Rosana.

Aula Magna inicia entrega de bolsas

No dia 5 de abril, às 10h, alunos, orientadores, Comissão Especial de Avaliação de Bolsas (Ceab), coordenadores do projeto e autoridades municipais encontram-se para Aula Magna. O evento terá a presença do virologista Amílcar Tanuri e ocorrerá no CRAS CEU, localizado à RJ-106, Km 27,5, na Mumbuca.

“Com o programa de Iniciação Científica, queremos chamar os estudantes vinculados ao Passaporte Universitário a pensarem o futuro de Maricá de uma forma estruturada e com base científica, dentro de suas áreas de estudo. Assim, abrimos oportunidades de reter esta juventude na cidade, projetando-a para o futuro”, completou Celso Pansera, diretor-presidente do ICTIM.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here