A Prefeitura de Maricá, por meio da Secretaria de Políticas Inclusivas, abriu inscrições para a segunda oficina de produção de ovos e trufas de chocolate, com início em abril, para pessoas com deficiência e seus familiares, que buscam capacitação profissional e a possibilidade de obter uma renda extra na Páscoa.

As aulas serão presenciais, nos dias 4, 6, 11 e 13 de abril, na sede do Centro de Referência em Políticas Inclusivas (CRPI). Estão disponíveis 20 vagas – divididas entre a manhã (10h às 12h) e tarde (14h às 16h) – e os interessados devem ter no mínimo 16 anos e residir em Maricá. Familiares de pessoas com deficiência também podem se inscrever (detalhes abaixo). Todo o material usado na oficina será fornecido pelo CRPI, bem como o transporte acessível para os que necessitarem, mediante solicitação prévia pelo telefone 3005-4107.

“Fiz a oficina de forma gratuita para pessoas com deficiência e foi um verdadeiro sucesso, por isso estou de volta! O curso laborativo tem o objetivo de promover uma capacitação profissional com geração de renda para os usuários, além de ser disponibilizado uma apostila com dicas para trabalhar com chocolate de maneira correta, receitas de recheios, montagem dos ovos e trufas, além de projeção de cálculos”, comentou a oficineira voluntária Vanessa Pinho, empreendedora no ramo de confeitaria há 7 anos.

Aluna da oficina anterior aprova iniciativa

Uma das alunas da primeira oficina, em 16/03, Dayane dos Santos Barbosa tem orgulho de dizer que aprendeu a confeccionar ovos de páscoa, com a técnica para diversos recheios, trufas, além da teoria para manusear o chocolate e fazer a precificação. “Parabenizo os profissionais envolvidos na iniciativa gratuita. O curso me deixou com gostinho de quero mais! Uma bela atividade voltada para pessoas com deficiência: inclusiva, calma e muito agregadora”, disse.

Inscrições

As inscrições podem ser realizadas até quinta-feira (31/03) pelo telefone do CRPI, 3005-4107, de segunda a sexta, em horário comercial. Os candidatos deverão apresentar documento de identidade, CPF, comprovante de residência e um documento que comprove a deficiência.

Deixe uma resposta

Please enter your comment!
Please enter your name here