O programa nasceu através da iniciativa da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (FIRJAN) e a Associação Brasileira de Cimento Portland (ABCP), que originou o “Calçadas Acessíveis” cujo objetivo é padronizar as calçadas e torná-las mais acessíveis.
Coordenado pela Secretaria de Urbanismo o programa ganhou o nome de “Maricá Acessível”.

O projeto visa determinar um padrão com critérios e medidas para calçadas, que visa melhorar a qualidade do logradouro público, tornando-o acessível, livre e com ausência de barreiras.
Através de indicações técnicas para os projetos, construções ou reformas de calçadas voltadas para a inclusão, qualidade de vida e otimização dos deslocamentos urbanos. Pois a
acessibilidade não se restringe à pessoa com deficiência, mas engloba toda a sociedade.

Para a elaboração do manual foram realizadas reuniões de capacitação técnica com servidores, e dois workshops participativos onde vivenciaram os desafios que uma pessoa com deficiência possui diariamente na locomoção.

Skip to content